24 de julho de 2016

Check-In: Da Feira ao Baile

No coração de Pinheiros, um café cheio de charme, ótimo atendimento e preços bem em conta. Na verdade, poucos locais podem ser comparados ao Da Feira ao Baile. Sempre que posso, dou um pulo por lá para tomar algo e comer uma deliciosa fatia de bolo ou algo salgado que, sinceramente, conquistam meu coração a cada visita.


Um sobrado mega charmoso na Mateus Grou abriga este restaurante lindo, onde é possível escolher uma fatia de bolo exposto no balcão e onde, divertidamente, dá para beber um café um refri em um copo daqueles de boteco. E, claro, também é possível encomendar um bolo. Hmmm... Bom demais!


Para mim, as maiores delícias são o chocolate quente e a fatia de bolo de leite ninho, duas preciosidades que não é possível não amar. E, claro, é possível comer suspirando a porção de biscoitos de polvilho com coalhada seca, viu? Ah... Fugir do stress do dia e correr para Da Feira ao Baile se tornou um costume alegre e tranquilo. Lugar mais do que recomendado! 

19 de julho de 2016

Warcraft - Livro do Filme Oficial e Warcraft: Durotan - Prequel do Filme Oficial, Christie Golden



World of Warcraft, um mundo ficcional que realmente impressiona, criado por Blizzard e que conta com jogos e livros. E, agora, também com um filme de tirar o fôlego. Assim, a Galera Record enviou duas obras, o prequel e o livro oficial do filme, e eu não pude esperar nenhum outro segundo para ler.


Em Draenor, o clã Lobo do Gelo enfrenta invernos cada vez mais rigorosos... e caça talbuques e fenocerontes cada vez mais escassos. Mas um Lobo do Gelo não reclama. Sob a liderança sábia de Garad, perseveram, honrando os Espíritos da Terra, do Fogo, do Ar, da Água e da Vida. A visita de um misterioso forasteiro, no entanto, traz a reboque a morte de Garad e a ascensão de seu filho: Durotan. Agora cabe ao jovem líder manter seu povo unido em um dos momentos mais críticos de sua história. Contra a fome, o inverno rigoroso, a fúria dos elementos e os Andarilhos vermelhos... Será possível?
Warcraft: Durotan é a obra que me apresentou a este novo Universo e que, num primeiro momento, me deixou sem palavras. E eu, que nunca curti orcs nem nada assim, me vi interessada pelo modo de vida deles. Aliás, demais saber mais sobre suas ações e pensamentos.

Algo surpreendente é ver quão difícil é liderar e quais as consequências com cada decisão que se toma. E, além de mostrar o que ocorre devido as escolhas, a obra também nos presenteia com uma descrição aprofundada de personagens. Ah, me chamou bastante atenção Draka e também Gul'dan, viu? E, claro, as personagens femininas muito bem representadas no livro, ponto mais que positivo!

Quanto ao livro, são 219 páginas, publicado pela Galera Record com uma capa impactante. Beleza de livro! Ah, um ótimo ponto é que a emoção rola do início ao final. Curti, realmente curti!

"Um Lobo do Gelo é um caçador hábil e um guerreiro poderoso— disse Garad. — Mas jamais é cruel por esporte."

Há muito Azeroth está em paz. Após expulsar os trolls, com a ajuda de Medivh, Guardião do Reino, humanos vivem em paz com elfos e anões. Mas um novo mal desponta no horizonte e a guerra ameaça engolfar mais uma vez os domínios do justo rei Llane. Uma raça temerária de invasores, os guerreiros orcs, insuflados pelo feiticeiro Gul'dan e liderados pelo monstruoso Mão Negra, fogem de seu mundo agonizante em busca de caça e oportunidades. Com a ajuda da vileza, a mais cruel das magias, Gul'dan criou um portal capaz de transportar sua Horda até Azeroth. A maré verde, de orcs dominados por esse mal, toma de assalto as terras humanas. Morte e destruição ameaçam destruir a tudo e a todos. Então, de lados opostos, dois heróis surgem, em uma rota de colisão que decidirá o destino de sua família, seu povo e seu lar. Durotan, o líder honrado do clã Lobo do Gelo, quer apenas uma chance para seu filho recém-nascido. Lothar, o Leão de Azeroth, busca redenção. E assim começa uma espetacular saga sobre poder e sacrifício, na qual a guerra tem muitas facetas e todos lutam por algo.
Ansiedade pelo filme? Claro! Mas antes precisei ler o livro, o qual não me decepcionou, viu? Ah, a obra não é somente uma adaptação do roteiro em si, é quase uma obra de arte a parte! Aliás, a ansiedade para ver nas telonas só aumentou, mesmo pensando como me desapegar dos personagens depois disso...

Falando em personagens, são diversos, mas nenhum deixou a desejar quanto ao desenvolvimento em si. Algo que fiquei pensando é sobre a pronúncia dos nomes em si, mas isso deve ser coisa de linguista. Ah, acredito que o livro dê uma visão extremamente aprofundada em comparação com o filme, mas sinto e espero que ver as imagens nas telonas deve dar maior entendimento quanto ao que foi lido. Um encaixe perfeito, certo?

Algo incrível é que nesta continuação a leitura continua envolvente, com uma escrita que nos prende do começo ao fim. E, claro, amor está entre tantas linhas cheias de guerra, mentiras e entendimento. Uma obra que faz pensar, acreditando mais num lado e depois noutro durante a leitura. Sim, envolvente é, definitivamente, a palavra.

Este livro também foi publicado pela Galera Record. com 261 páginas, contando com um epílogo que li mais de uma vez, viu? Ah, a capa é linda, sendo também pôster do filme. Demais, demais! Recomendado, de verdade! E, claro, veio uma vontade de conhecer mais deste universo, até uma vontade de mergulhar no jogo...

Check-In: Circuito Geek - Liga da Justiça

Eventos costumam ser sempre super divertidos e, tendo tido a oportunidade de ir em um evento organizado pela CosgamersBrasil em 2015, repeti a dose mês passado em outro evento: Circuito Geek - Liga da Justiça, que rolou em 19/06 na Fábrica de Cultura do Belém.

Foto por Mikyo

Algo muito divertido foi ver cosplayers diversos, não somente da Liga da Justiça, o que surpreendeu de uma maneira mais do que boa. E o desfile cosplay foi realmente divertido, viu? Nota mil!

Grupo de Caça-Fantasmas fotografado por Emerson Alionis

Pré-foto do Grupo de Caça-Fantasmas, além de mim e do Fotógrafo Emerson por Otaku Gattai

Também estiveram presentes fã-clubes diversos, ocorreram apresentações de K-pop e um show mais do que bom. Dia repleto de atividades e com amigos e colegas queridos. Ah! Para o evento, fiz um cosplay de armário de Jessica Jones - versão loira. Heheheh.

Jessica Jones (loira) por Emerson Alionis

Muitas risadas, animação e muito mais! Valeu a pena, ê, ê! Valeu muito a pena! E que venham mais e mais eventos! E que eu possa vê-los por aí, combinado?

18 de julho de 2016

Como viajar sozinho em tempos de crise financeira e existencial, Hermés Galvão

"Como viajar sozinho em tempos de crise financeira e existencial", uma obra divertida e repleta de dicas malucas ou não sobre como pode ser incrível viajar sozinho pelo mundo afora. Uma leitura que vale a pena levar na mala, viu?

Logo na introdução, somos lembrados que "viajar é uma arte", além disso, é possível também recordar que "viajar não é só lazer, mas conquista e investimento". Nada mais verdadeiro, né? Diversas outras verdades sobre viagens também são ditas logo que iniciamos a leitura, o que anima ainda mais pra colocar a mochila nas costas e se jogar neste mundo! 


Dentre os 12 capítulos, há lembranças das viagens do autor, relatos curtos e divertidos sobre suas aventuras que nos animam para se jogar na estrada. Também nos são dadas dicas de como viajar sozinho e economizar, quer coisa melhor?

Fiquei contente que desde o início,  Hérmes fez com que eu me recordasse quão delicioso é viajar sem companhia. Ah, ri muito com os comentários sobre os tipos de viajantes, sobre as cias aéreas e por onde ficar. Existem diversas dicas de quem fugir nas viagens (grupos de excursão não!), além de diversas brincadeiras sobre os brasileiros por aí. Risadas garantidas!


Hermés Galvão, jornalista maneiro e cronista inteligente da Vogue Brasil, onde escreve sobre comportamento na coluna “Notícias da Corte” e esta foi sua primeira obra publicada. Sim, o autor começou com tudo! Ah, o livro foi publicado por Grupo Editorial Record, parceiro do blog, com 111 páginas divertidas e uma escrita leve. Guarde na mala esta super obra e leve pra onde for. Agora pegue a mala e se jogue por aí, baby!
The Yasmin Bueno | Todos os direitos reservados 2016 © | Desenvolvimento: